Sociedade

Enfermeiros do IPO de Lisboa em greve esta terça-feira

Profissionais do Instituto Português de Oncologia (IPO) exigem o descongelamento das progressões de carreiras

Esta terça-feira, os enfermeiros IPO de Lisboa iniciam uma greve onde exigem o descongelamento das progressões com “a contagem dos pontos justamente devidos”.

De acordo com pré-aviso de greve publicado na página do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), a paralisação termina à meia-noite e abrange os turnos da manhã e da tarde.

Pelas 11h00 os profissionais de saúde marcaram ainda uma concentração em frente ao IPO, refere o mesmo sindicato.

Em causa está a reivindicação pela “justa contabilização de pontos para todos os enfermeiros, independentemente do vínculo, para efeitos do descongelamento das progressões”.

“No âmbito do descongelamento das progressões das carreiras da administração pública, o IPO Lisboa e o Governo continuam a discriminar negativamente os enfermeiros” diz, em comunicado, a Direção Regional de Lisboa do SEP.

“O IPO Lisboa, ao invés de outras instituições, resolveu excluir da atribuição dos pontos os enfermeiros detentores de um CIT (Contrato Individual de Trabalho) e excluir muitos enfermeiros com contrato de trabalho em funções públicas da justa e correta contagem dos pontos para efeitos do descongelamento das progressões”, lê-se na mesma nota publicada na internet.

No entanto, apesar da paralisação, o sindicato afirma que serão assegurados serviços mínimos.