Internacional

Lembra-se do menino que percorria todos os dias 5 km na neve para ir à escola?

A vida de Wang Fuman ficou muito diferente depois da sua história se tornar viral

Há um ano atrás, Wang Fuman chamou à atenção um pouco por todo o mundo. O menino, na altura com oito anos, tinha de atravessar 4,5 quilómetros na neve, todo os dias, para conseguir ir à escola. Numa hora e meia de caminho e o termómetro marcava, geralmente, nove graus abaixo de zero.

As imagens que se tornaram virais, tiradas pelo seu professor da escola primária, mostravam que Wang chegava todos os dias à escola com neve na cabeça, nas mãos, nas sobrancelhas e na roupa, além de chegar ainda sempre gelado e molhado.

Mas ao que parece muita coisa mudou na vida deste menino e, segundo a BBC, Wang já não precisa de percorrer toda a distância a que estava habituado para ir à escola.

Atualmente, Wang e a família vivem numa casa de dois andares que fica apenas a 10 minutos a pé da escola.

A criança, já com nove anos, vivia com a avó e com a irmã mais velha, numa casa sem condições, feita de barro e com um teto de palha. A mãe abandonou-os quando eram mais pequenos e o pai não trabalhava na mesma cidade que eles, sendo que não ia a casa há muitos meses.

“Comparado às paredes de barro e à estrada de lama, estamos mais protegidos do vento e da chuva", disse Wang Gangkui, pai da criança, citado pelo mesmo canal, acrescentando ainda que “a vida está bem melhor”.

Mas a vida de Wang não foi a única a mudar. Depois da onda de solidariedade gerada à sua volta, também a escola que frequenta foi melhorada graças às doações de empresas locais.

Além de um sistema de aquecimento, as crianças que vivem em zonas mais afastadas passaram a ter na escola um dormitório para que não tenham de percorrer grandes distâncias a pé para poderem estudar.