Desporto

Colômbia. Scolari rejeita seleção, federação desmente-o

O antigo selecionador de Portugal revela ter recebido vários convites dos cafeteros, mas a federação colombiana garante não estar interessada nos seus serviços...

Uma situação... curiosa, no mínimo. Depois do excelente trabalho protagonizado na temporada passada ao comando do Palmeiras, que terminou com a conquista do campeonato brasileiro, Luiz Felipe Scolari foi associado a diversos clubes e seleções - principalmente nos mercados sul-americano e asiático, mas também chegou a ser noticiado um interesse do Sporting, por exemplo.

Um dos destinos mais apontados ao antigo selecionador de Portugal tem sido o da seleção da Colômbia. Scolari já havia revelado ter recebido uma oferta da federação cafetera, a qual resolveu recusar, garantindo pretender continuar no comando técnico do Verdão, e agora contou ter recebido novas abordagens por parte dos colombianos, não escondendo até algum desagrado pela insistência. "As negociações não continuaram, mas parece que eles querem continuar. Tenho contrato com o Palmeiras e eu já manifestei duas ou três vezes que não iria sair. Parece que a Colômbia ainda não entendeu que eu não vou sair, aumenta valores, mas não é apenas a questão de valores. Se fosse por isso, teria aceitado um convite chinês, mas isso também não me interessou", realçou o técnico brasileiro, em conferência de imprensa.

A parte curiosa desta história prende-se com a posição pública da federação da Colômbia em relação ao assunto. Numa nota publicada nas redes sociais, o organismo... desmente o interesse no treinador brasileiro, de forma até algo irónica. "A Federação Colombiana informa que não está interessado em Luiz Felipe Scolari para ser selecionador nacional. Ficamos contentes com a sua decisão de ficar no Palmeiras, já que aqui não tem nenhuma oferta de trabalho", pode ler-se na publicação.

 

La Federación Colombiana de Fútbol se permite informar que no está buscando al entrenador Luiz Felipe Scolari para dirigir el seleccionado nacional. Celebramos su decisión de quedarse en Palmeiras ya que acá no tiene ninguna oferta laboral.

— Selección Colombia (@FCFSeleccionCol) 8 de janeiro de 2019