Sociedade

Retomado hoje julgamento do caso de violência doméstica entre Carrilho e Bárbara Guimarães

No último mês do ano de 2018 o Tribunal da Relação de Lisboa deu ordens para que o julgamento do caso fosse reaberto. 

Começa já esta quarta-feira a primeira sessão de julgamento do caso de violência doméstica entre Manuel Maria Carrilho e Bárbara Guimarães.

Recorde-se que em dezembrode 2018, o Tribunal da Relação de Lisboa mandou reabrir o julgamento do caso, tendo aceitado assim um recurso do Ministério Público (MP) que determinava a reabertura da audiência.

O ex-ministro da Cultura tinha sido absolvido, há um ano, do crime de violência doméstica e de vinte e dois crimes de difamação. No entanto, na altura, o MP não ficou satisfeito com a decisão e, por iso, apresentou um recurso, onde invocava "nulidades de despachos que indeferiram a realização de diligências de prova essenciais e indispensáveis à descoberta da verdade".