Sociedade

"Convidaria os portugueses a refletirem sobre o espaço que é dado aos africanos em Portugal”

Empresária e deputada angolana ‘Tchizé’ dos Santos diz que Portugal tem preconceito com africanos

‘Tchizé’ dos Santos - empresária e deputada angolana -, filha do antigo presidente angolano José Eduardo dos Santos, defende uma reflexão na sociedade portuguesa sobre o “preconceito” nas relações entre Angola e Portugal.

Welwitschea ‘Tchizé’ dos Santos, numa entrevista à Agência Lusa, disse que Portugal tem preconceito contra os africanos e afrodescendentes, acrescentando ainda que, noutros países, não nota isso. “Hoje, antes de vir para aqui, fui para um ‘shopping’ almoçar e todas as pessoas que eu via que eram africanas, que estavam ali a trabalhar, estavam a servir à mesa, estavam nas cozinhas, algumas a dobrar roupa nas lojas. Quando chego a Angola e vou para o ‘shopping’, os portugueses que eu vejo são os donos das lojas, são os membros do conselho de administração”, disse a angolana.

Na mesma entrevista, aproveitou para deixar uma questão no ar: “Porque é que quando se vai a África e se vê um português, em qualquer situação ele está numa situação de vantagem, ou de igualdade na pior das hipóteses, e quando se vem a Portugal e se vê um africano ele está sempre numa posição de desvantagem”, disse.

No final, deixou um apelo: “Eu convidaria os portugueses todos a refletirem, a porem a mão no coração, sobre a maneira, sobre o espaço que é dado aos afrodescendentes e aos africanos em Portugal”, afirmou a filha de José Eduardo dos Santos à Lusa, deixando claro que esta “não é uma questão de racismo, é uma questão de preconceito e de ignorância”.