Sociedade

Proteção Civil alerta para baixas temperaturas previstas para as próximas 48 horas

A autoridade recomenda, em conjunto com a Direção Geral da Saúde, a ingestão de sopas e bebidas quentes para aquecer em vez de álcool

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) emitiu esta quinta-feira um aviso à população devido às temperaturas baixas esperadas para as próximas 48 horas.

Na nota, a Proteção Civil relembrou as previsões mais recentes do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) que apontam para temperaturas mínimas entre os quatro graus negativos e os seis graus. A temperatura máxima vai variar entre os 4 graus e os 18 graus.

A Proteção Civil alerta para as intoxicações por inalação de gases, devido a inadequada ventilação, em habitações onde se utilizem aquecimentos com lareiras e braseiras, para os incêndios em habitações, resultantes da má utilização de lareiras e braseiras ou de avarias em circuitos elétricos, para a eventual formação de gelo em troços de estradas com ensombramento permanente, e recorda que se deve dar especial atenção aos grupos populacionais mais vulneráveis, como é o caso das crianças, idosos e pessoas portadoras de patologias crónicas e população sem-abrigo.

Assim, a autoridade recomenda ainda, em conjunto com a Direção Geral da Saúde, que a população evite a exposição prolongada ao frio e a mudanças bruscas de temperatura, que se usem várias camadas de roupa e a ingestão de sopas e bebidas quentes para aquecer em vez de álcool.