Cultura

Óscares não deverão ter apresentador este ano

Pela primeira vez em 30 anos, a gala mais importante no mundo do cinema pode não ter nenhum apresentador

Depois da polémica com o ator Kevin Hart, que era o nome escolhido pela academia para apresentar os Óscares este ano, os produtores daquela que é considerada a maior noite do cinema poderão optar, em vez de um apresentador, por números musicais e, posteriormente, as apresentações de categorias, com é habitual. 

De acordo com a revista norte-americana Variety, que cita fontes próximas da organização, este ano a gala deverá apenas ficar marcada pelas apresentações de cada categoria, que serão conduzidas por atores e outras celebridades. 

Esta decisão surge depois de o comediante Kevin Hart ter desistido de apresentar a gala após ter sido envolvido numa polémica em torno da publicação de vários tweets  - entre 2009 e 2011 - com piadas de teor homofóbico.

O ator chegou a pedir desculpa publicamente e, ainda que não tenha sido afastado da cerimónia, acabou por optar por renunciar ao convite.

A mesma revista escreve ainda que os produtores Donna Gigliotti e Glenn Weiss deverão avançar com um formato diferente, mantendo, no entanto, temas humorísticos e números musicais.

Caso a cerimónia de entrega dos Óscares não tenha apresentador, este é um cenário nunca antes visto em 30 anos.