Sociedade

Ministério Público. Magistrados anunciam três dias de greve

Trabalhadores do Ministério Público vão parar nos dias 25, 26 e 27 de fevereiro

Os magistrados do Ministério Público decidiram marcar, numa assembleia de delegados à porta fechada, três dias de greve. A paralisação será nos dias 25, 26 e 27 de fevereiro - datas avançadas pelo sindicato dos Magistrados do Ministério Público. 

Segundo o presidente do sindicato, António Ventinhas, a greve vai abranger todo o país em primeiro lugar, depois apenas as regiões norte e centro e, por último, as regiões de Lisboa e sul do território nacional.

A reunião que decorreu hoje à porta fechada teve apenas um único ponto de trabalho: a análise do panorama de alterações do Estatuto do Ministério Público. 

O jornal "Público" avançou as declarações de António Ventinhas, que explicou os contornos da próxima greve. "Um dia de greve de magistrados em todo o país, um dia nos distritos judiciais do Porto e de Coimbra e outro dia nos de Lisboa e Évora", disse o presidente do sindicato.