Economia

ERSE regista perto de um milhão de simulações em 2018

58% das pessoas encontraram preços mais baixos do que o contrato que mantinham e mais de 80% mostraram vontade de mudar de comercializador.

DR  

Durante 2018 foram feitas 963 029 simulações de preços de energia. O simulador da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos - ERSE - que entrou em funcionamento no final de maio de 2018 mostrou que 58% das pessoas encontraram preços mais baixos do que o contrato que mantinham e mais de 80% mostraram vontade de mudar de comercializador. 

Este simulador apresenta todos os preços dos 23 comercializadores de energia, reunindo informação sobre 317 tarifários, uma vez que "a liberalização dos mercados de eletricidade e de gás natural em Portugal continental permite aos consumidores escolher livremente o seu fornecedor, existindo atualmente vários comercializadores que concorrem entre eles com preços de mercado", explicou a ERSE em comunicado. 

"Por exemplo, para um consumidor de eletricidade com uma potência contratada de 3,45 kVA e um consumo anual de 1 900 kWh, a oferta de preço mais baixo resulta numa fatura mensal de 36,63 €, enquanto a oferta mais cara pode implicar um custo acrescido de mais de 18 € ao mês", exemplificou a ERSE.

"A ERSE passou a disponibilizar toda a informação relativa às ofertas comerciais em formato de base de dados, permitindo a terceiros (empresas, consumidores, associações de defesa do consumidor, etc.) um acesso fácil e transparente a toda a informação. Estes dados foram descarregados mais de 650 vezes desde o seu lançamento até ao final do ano de 2018 e servem de base aos restantes simuladores existentes", disse.