Sociedade

Um terço dos heliportos nos hospitais não pode receber doentes de noite

Falta de requisitos impede voos noturnos

Um terço dos heliportos hospitalares, como o de Santa Maria, está impedido de receber voos noturnos de emergência médica por não reunirem os requisitos de segurança, como a ausência de sinalização luminosa de auxílio à aterragem.

O Jornal de Notícias avança, citando dados da Autoridade Nacional da Aviação Civil, das 33 unidades hospitalares que têm instalações para receber helicópteros, dez não podem receber voos noturnos, entre elas está o hospital de Santa Maria, que tem de recorrer aos aeroportos militares de Lisboa.

Já os hospitais de Guimarães e Lamego, no distrito de Viseu, não têm certificação para qualquer voo.