Sociedade

Quatro homens fingiram ser agentes da PSP e assaltaram casal de idosos em Peniche

População exige mais policiamento 


Nas últimas semanas, a cidade de Peniche tem sido palco de vários crimes, como roubos e vandalismo e, o mais recente episódio, aconteceu no passado dia 5 de janeiro. Um casal de idosos foi agredido e assaltado por quatro homens que se fizeram passar por polícias.

Os assaltantes entraram na casa do casal - João e Rosa Pitau -, depois de terem arrombado a porta. "Ouvi um barulho, levantei-me e de rompante vejo pessoas a entrar e a gritar ‘polícia, vai para o chão senão mato-te’. Um deles atirou-me para o chão e começou-me a pontapear na cabeça. Eu só dizia ‘não façam mal à minha mulher’", contou João Pitau ao Correio da Manhã.

O idoso, de 77 anos, acabou por ser fortemente agredido tendo ficado com várias marcas por todo o corpo. A sua mulher, Rosa, de 72 anos, também foi agredida. "Não matem o meu marido, eu dou dinheiro e ouro, dou tudo", disse a mulher que, por acaso, conseguiu chegar à varanda e gritar por socorro.

Os quatro assaltantes, que tinham a cara tapada, acabaram por fugir com 1.200 euros e várias peças de ouro.

A PSP está agora a investigar o caso em conjunto com o Ministério Público.