Internacional

Yusaku Maezawa. De baterista punk a milionário altruísta

Dispensou a faculdade para ir atrás da namorada para os Estados Unidos. Quando regressou ao Japão criou a empresa Start Today, onde vendia cd’s pelo correio. Hoje é um dos japoneses mais ricos, comprou todos os lugares na primeira viagem para a Lua e ofereceu oito mil euros a 100 pessoas através do Twitter.

E se recebesse oito mil euros apenas por retweetar uma publicação de Facebook? Isto aconteceu a 100 pessoas um pouco por todo o mundo e, segundo o milionário japonês Yusaku Maezawa, o ato não passou de um gesto de gratidão para com os bons resultados da ZozoTown, maior plataforma japonesa de venda de artigos de moda online, durante a época de Natal. O tweet correu o mundo através da rede social e é já o mais partilhado de sempre com um recorde de cerca de 5,5 milhões de retweets.

«Vou dar 100 milhões de ienes (800 mil euros) em dinheiro a 100 pessoas. Para conseguir, basta seguir-me e retweetar este tweet», podia ler-se em parte da mensagem que prometia que quem partilhasse a mensagem entre 5 e 7 de janeiro se habilitava a ter uma mensagem privada do milionário para receber o dinheiro. Além da mensagem, também a conta de Yusaku aumentou em termos de popularidade passando de meio milhão para 6,1 milhões de seguidores em dois dias. Um crescimento que não foi visto com bons olhos por alguns cibernautas que acusaram o magnata de comprar seguidores.

Longe das críticas, Yusaku garantiu que o prometido foi cumprido e a mensagem privada chegou às contas dos felizes contemplados. Os relatos podem ler-se na conta oficial do próprio em diversas publicações. «Acabei de enviar as DM (mensagem privada) para os 100 vencedores. Estou profundamente impressionado e grato a todos vocês», escreveu.

Cem pessoas ficaram um pouco mais ricas, mas a pergunta que todos querem ver respondida agora é: quem é afinal este milionário altruísta?

Yusaku Maezawa é detentor da 18.ª maior fortuna do Japão, avaliada em cerca de dois mil milhões de euros pela revista Forbes e administrador executivo da ZozoTown.

O homem de 40 anos esteve nas bocas do mundo recentemente depois de, em setembro do ano passado, ter comprado todos os lugares disponíveis para a primeira viagem no Space Rocket, empresa aeroespacial de Elon Musk, SpaceX, a partir de 2023. A quantia dos bilhetes nunca foi revelada, mas é certo que será um dos primeiros turistas a viajar para a lua.

«Não comprei apenas um lugar no foguetão. Comprei todos os lugares. Isto tem muito significado. Pensei muito sobre todas as variáveis de ser o único passageiro. Mas também pensei em como é que isto poderá contribuir para a paz. Este é o meu sonho de vida», disse Maezawa na conferência de imprensa da Space X. «Vou convidar seis a oito artistas para se juntarem a mim em 2023 e a criarem algo depois da viagem», contou. A intenção é que todos eles, pintores, fotógrafos, cantores e escritores, entre outros, se deixem inspirar por esta viagem, num projeto artístico intitulado ‘#DearMoon’.

Nascido na província de Chiba, no Japão, em 1975, antes de ser tornar num milionário,  Yusaku Maezawa fez parte de uma banda punk, a Switch Style, enquanto frequentava a escola secundária, Waseda Jitsugyo High School, em Tóquio. Antes de fazer 18 anos, ao lado dos colegas, o baterista, com o nome artístico YOU X SUCK, chegou mesmo a lançar um EP.

No entanto, a bateria não superou o amor e, quando atingiu a maioridade, Maezawa emigrou para os Estados Unidos ao lado da namorada. Uma experiência que durou dois anos e que o impulsionou a criar o seu primeiro negócio, uma vez que o bichinho pela música fez com que colecionasse vários cd’s durante a estadia por terras norte americanas.

Em 1995 voltou à terra natal, mas foi apenas em 1998 que fundou a primeira empresa, a Start Today, e assinou contrato com a BMG Japan juntamente com os colegas da Switch Style.

Até 2000, através da Start Today, Yasuka vendia a sua coleção pessoal de álbuns pelo correio. Mas em pouco tempo sentiu que este podia ser um negócio com potencialidade para crescer e não demorou até expandir e ganhar espaço na internet. Em 2001, o vestuário era a grande novidade da plataforma, mas rapidamente o setor comandou o negócio e, em 2004, obrigou Maezawa a fundar a conhecida ZozoTown.

Arrastado pelo sucesso dos seus negócios, em 2007, o agora milionário abandonou definitivamente carreira musical, depois de gravar três cd’s, e dedicou-se inteiramente à vida empresarial.

A mina de ouro já estava criada e seis anos depois a Start Today tornou-se numa das principais empresas listadas na Bolsa de Valores de Tóquio, com mais de seis mil marcas representadas.

Além da moda, o magnata fundou a Fundação de Arte Contemporânea, em 2012, com o objetivo de promover a arte contemporânea e incentivar jovens talentos, mas só em 2016 é que o nome de Yusaka começou a aparecer sob a luz dos holofotes depois de investir milhões em obras de arte. O japonês comprou uma obra de Jean-Michel Basquiat por quase 50 milhões de euros e, um ano mais tarde, adquiriu mais outro trabalho do mesmo artista por 94 milhões de euros. «Eu compro simplesmente porque os quadros são lindos. Isso é tudo. Eu gosto de relacionar estes clássicos com a história e saber as histórias por trás deles», explicou em entrevista à AFP, em 2017.