Cultura

Bailarina portuguesa conquista três medalhas de ouro nos EUA

Jovem bailarina bracarense destaca-se nos EUA

DR  

A bailarina Carolina Costa, de 12 anos, conquistou mais três medalhas de ouro, desta vez num prestigiado concurso de dança, o Ballet Beyond Borders, em Missoula, disputada na cidade do Estado de Montana, nos Estados Unidos da América, confirmando a boa forma.

Carolina Costa obteve o primeiro lugar em todas as categorias em que competiu e viu o nome inscrito entre vencedores da competição, juntando-se a grandes bailarinos de vários países, como Canadá, Coreia do Sul, China, EUA, México, Itália e Roménia, entre outros.

A jovem bailarina destacou-se com as atuações a solo (ballet clássico e contemporâneo) e também em Pas de Deux, com o bailarino Francisco Gomes, de 15 anos, que se revelou na edição de 2018 do Got Talent Portugal, alcançando já este por sua vez o segundo lugar.

Carolina Costa afirmou ao SOL “estar muito feliz por receber estes prémios, na primeira vez que eu participo numa competição tão especial, que foi uma oportunidade única de partilhar o palco com os bailarinos e as bailarinas que são reconhecidos mundialmente e em cada dia da competição, tanto nas aulas, como durante as atuações, aprendi imenso”.

Carolina Costa nasceu em Braga em outubro de 2006 e com apenas três anos iniciou o seu percurso na dança, integrando aos oito anos a Ent’artes – Escola de Dança de Braga, participando em vários saraus, eventos e espetáculos, com o apoio incondicional dos pais.

Gratidão aos professores

“Agradeço a todos os meus professores do Conservatório Internacional de Ballet e Dança Annarella Sanchez, de Leiria, pela dedicação, carinho e profissionalismo agora de uma forma muito especial ao Professor Enrique Perez Cancio Cantero, que coreografou o solo de contemporâneo com que venci o primeiro lugar nesta categoria”, disse Carolina Costa.

“Quero também dar os parabéns aos meus colegas e amigos do Conservatório, que desde sempre me acompanharam nesta viagem pelas maravilhosas atuações e pelos prémios que receberam”, salientou a jovem bailarina bracarense, que em 2018 estagiou em Moscovo.

A bailarina bracarense mudou-se recentemente da Ent’artes – Escola de Dança de Braga para o Conservatório Internacional de Dança Annarella Sanchez e recebeu no início do mês de junho de 2018 um voto de louvor da Assembleia da República devido aos prémios.