Internacional

Há mais portugueses a pedir cidadania britânica por causa do Brexit

No primeiro trimestre de 2018 o número de atribuições de cidadania britânica a portugueses igualou o total registado no ano de 2016

O número de portugueses a requerer cidadania britânica quadriplicou desde que o referendo do Reino Unido aprovou a saída do país da União Europeia, em 2016.

Nesse ano, 672 portugueses tinham adquirido a nacionalidade britânica, enquanto no ano seguinte o número “praticamente duplicou” chegando aos 1.234, segundo o estudo de Inês Vidigal do Observatório da Emigração.

O número continuou a subir: “No primeiro trimestre de 2018, 616 portugueses a residir no Reino Unido adquiriram a nacionalidade britânica, praticamente tantos como em todo o ano de 2016”, pode ainda ler-se no comunicado enviado ao SOL.

Segundo o Observatório da Emigração, “este incremento no número de aquisições da nacionalidade parece explicar-se, sobretudo, pelos receios induzidos pelo Brexit e pela redução de direitos associado ao estatuto de estrangeiro que daí poderá resultar”.

Esta segunda-feira, a primeira-ministra britânica, Theresa May, vai apresentar o “plano B” do acordo para a saída do Reino Unido da União Europeia. Recorde que o plano inicial foi rejeitado na passada terça-feira com 432 votos contra e 202 a favor.

"Agora que os deputados deixaram claro o que não querem, temos todos de trabalhar juntos construtivamente para definir o que o parlamento quer", disse May na quarta-feira depois de ter enfrentado e vencido uma moção de censura ao seu governo.