Internacional

Cientistas descobrem a duração de um dia em Saturno

A resposta estava ‘escondida’ nos anéis do planeta

Há décadas que os cientistas tentavam descobrir quanto tempo o planeta Saturno demorava a prefazer uma rotação completa – o equivalente a um dia. A resposta, que estava escondida nos anéis do planeta, foi agora divulgada pela NASA: 10 horas, 33 minutos e 38 segundos.

Em setembro de 2017 a sonda Cassini penetrou na densa atmosfera do planeta e registou os detalhes dos anéis. Mais de um ano depois Christopher Mankovich, investigador da Universidade da Califórnia em Santa Cruz, relacionou os anéis com a rotação do planeta.

Segundo uma análise publicada no Astrophysical Journal, os anéis respondem às vibrações do planeta e, em sítios específicos, as oscilações "apanham partículas dos anéis mesmo na altura certa das suas órbitas para acumular gradualmente energia e essa energia transforma-se numa onda observável".

Foi a partir desta descoberta que foi possível criar modelos de estrutura interna do planeta, coincidindo as ondas dos anéis com os movimentos internos do planeta, ou seja a sua rotação. A conclusão foi que o planeta demora 10h33m38s a fazer uma rotação completa, um valor que retira alguns minutos à estimativa feita em 1981, feita com base nos sinais de rádio da Voyager – 10h39m23s

"Os investigadores usaram as ondas nos anéis para espreitar para o interior de Saturno e saltou à vista esta característica há muito procurada do planeta", afirma Linda Silker, um dos elementos do projeto Cassini.