Sociedade

Um detido em manifestação contra a violência policial na Av. da Liberdade

Polícia dispersou manifestantes em protesto convocado depois dos desacatos entre civis e agentes policiais deste domingo no Bairro da Jamaica, no Seixal.

A manifestação contra a violência policial e o racismo que na tarde desta segunda-feira juntou centenas de pessoas em Lisboa terminou com uma manobra de dispersão dos manifestantes.

Segundo adiantou um dos manifestantes ao SOL, foi por volta das 18h15 que a polícia dispersou os manifestantes com recurso a disparos de balas de borracha. Fonte oficial da Polícia de Segurança Pública confirmou que foi efetuada uma manobra de dispersão depois de “uns indivíduos começarem a atirar pedras” aos agentes policiais.

Segundo avançou ainda a PSP ao SOL, foi detido um manifestante.

Por um “basta” à violência policial e em torno de palavras de ordem como “abaixo o racismo”, centenas de pessoas, entre os quais muitos moradores do Bairro da Jamaica, juntaram-se nesta segunda-feira em frente ao Ministério da Administração Interna, num protesto contra a violência policial e o racismo, que rumou depois ao Marquês de Pombal.

O protesto foi convocado através das redes sociais depois de numa intervenção da PSP este domingo no Bairro da Jamaica, no Seixal, ter resultado em vários feridos e na detenção de um homem de 31 anos.

(em atualização)