Internacional

“Não tenho palavras a dizer. As horas passam e penso o pior”

Pai de Emiliano Sala reagiu ao desaparecimento do filho


 


O pai de Emiliano Sala - cujo avião privado desapareceu dos radares na zona do Canal da Mancha - Horacio Sala, reagiu ao desaparecimento do filho, e falou aos jornalistas em Santa Fé.

“Não sei de nada, não sei o que fazer. Não tenho palavras para dizer”, começou por dizer o pai do futebolista. “A única coisa que quero é que o encontrem”, disse, acrescentando que à medida que “as horas passam”, o pior se pensa.

Estas foram as palavras do pai do jogador que se dirigia para Cardiff, no País de Gales, onde ia ser apresentado pelo clube Cardiff City.

Além disso, Horacio Sala disse ainda que “não tem recebido qualquer informação” da embaixada ou do clube.

O argentino deslocava-se esta segunda-feira num avião privado para Inglaterra, para se juntar aos novos colegas de equipa. No entanto, o seu avião nunca chegou ao destino, tendo desaparecido dos radares perto do Canal da Mancha.

Já estão a ser levadas a cabo buscas para encontrar Emiliano Sala e, numa das últimas atualizações desta terça-feira, as autoridades informaram que “um conjunto de objetos flutuantes foram vistos na água.”

“Não conseguimos confirmar se algum deles pertence à aeronave desaparecida. Não encontrámos sinais dos passageiros. Se porventura aterraram na água, as probabilidades de sobrevivência são, nesta fase, infelizmente reduzidas”, explicaram as autoridades.