Politica

João Miguel Tavares escolhido por Marcelo para presidir às comemorações do 10 de Junho

“Senti-me um Zé Ninguém, mas depois afeiçoei-me à ideia de ser um Zé Ninguém a presidir ao 10 de Junho”

O Presidente da República designou João Miguel Tavares para presidir à comissão organizadora das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. A decisão apanhou todos de surpresa inclusivamente o próprio comentador.

"Fiquei muito surpreendido e disse ao presidente que foi o convite mais estranho que me fizeram até hoje. Olhando para quem até hoje presidiu à comissão, senti-me um Zé Ninguém, mas depois afeiçoei-me à ideia de ser um Zé Ninguém a presidir ao 10 de Junho. Parece-me uma coisa muito democrática. Além disso, as comemorações em Portugal são em Portalegre, e a Portalegre é a minha terra, ontem, hoje e sempre”, disse João Miguel Tavares ao jornal de Notícias.

Sublinhe-se que este ano, as comemorações do 10 de junho decorrerão em Cabo Verde e em Portalegre, de onde João Miguel Tavares é natural.

"João Miguel Tavares, natural de Portalegre, jornalista e colunista, é licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa, tendo colaborado no Diário de Notícias e no Correio da Manhã e foi subdiretor da Time Out, colaborando atualmente com o Público, o Observador, a TSF e a TVI", lê-se na nota divulgada no site da presidência da República.

O presidente da comissão das comemorações do Dia de Portugal discursa habitualmente no dia 10 de junho, antes do chefe de Estado.