Internacional

Mineiros foram obrigados a recorrer a terceira detonação no túnel para chegar a Julen

Trabalhos estão a demorar mais tempo do que o previsto


Neste momento, os mineiros que estão a levar a cabo os trabalhos para resgatar Julen do poço estão a cerca de 60 metros de profundidade e já foram obrigados a proceder a uma terceira microdetonação "para avançar no túnel", explicou o porta-voz da Guardia Civil aos jornalistas.

De acordo com Jorge Martín, o processo é moroso e implica cerca de duas horas por cada microdetonação que se realiza, uma vez que os mineiros têm de subir à superfície para trocarem de lugar com os especialistas da Guardia Civil.

“O processo dura hora e meia e, depois, precisa de mais meia hora para se introduzir ar e evacuar o ar contaminado", explicou o mesmo responsável. 

Enquanto decorrem estes trabalhos, o helicóptero da Guardia Civil foi a Sevilha buscar mais explosivos.