Internacional

Homem adopta crocodilo como animal de estimação

"É como um cão" disse o homem que escolheu um crocodilo como companheiro para o ajudar a ultrapassar a depressão

DR  

Joie Henney estava à procura de apoio emocional e encontrou-a num crocodilo com 1,52 centímetros de comprimento.

O homem de 65 anos, residente na Pennsylvania, Estados Unidos, estava a lidar com uma depressão e, para não tomar medicação, pediu autorização para adoptar Wally. Segundo a Associated Press, o animal gosta de se enroscar com o seu dono e de dar abraços. 

"Tinha o Wally e quando chegava a casa e estava perto dele estava bem. O meu médico sabia disso e pensou que poderia resultar", explicou Joie que teve autorização do médico quando adotou Wally com 14 meses. 

De acordo com o dono, o animal que come asas de frango e vive num pequeno lago junto com outro pequeno crocodilo, pode ultrapassar os 4,80 metros de comprimento. 

"É como se fosse um cão" disse o homem que retrata o animal como um urso de peluche e garante que nunca mordeu ninguém.