Vida

Após acidente, príncipe Filipe justifica-se em carta e diz estar "profundamente arrependido"

O acidente aconteceu numa estrada próxima de uma propriedade da Rainha Isabel II, em Sandrigham

No passado dia 17 de janeiro, o marido de Isabel II esteve envolvido num acidente de carro. Poucos dias depois, o príncipe Filipe voltou a dar que falar por ser apanhado a conduzir sem cinto de segurança pela impressa britânica. Agora, o príncipe, de 97 anos, escreveu uma carta a uma das pessoas envolvidas no acidente que provocou e confessou estar “profundamente arrependido”.

Numa carta dirigida a Emma Fairweather, o príncipe Filipe referiu que naquele dia estava “muito sol” e, por isso, não conseguiu ver os carros a aproximarem-se. Desta forma, Filipe desejou “rápida recuperação” a Emma, que partiu um braço.

O príncipe admitiu ainda que também ele ficou “um tanto abalado após o acidente”.

O acidente aconteceu numa estrada próxima de uma propriedade da Rainha Isabel II, em Sandrigham. Além dos veículos de Filipe de de Emma Fairweather, um terceiro automóvel esteve envolvido no acidente.