Economia

Jornadas Mundiais da Juventude. Costa promete todo o apoio para garantir sucesso

O Vaticano anunciou hoje, na missa de encerramento das JMJ, na Cidade do Panamá, que Lisboa vai acolher, em 2022, aquele que é considerado o maior evento organizado pela Igreja Católica.

António Costa já veio garantir que o governo dará "todo o apoio" para garantir o sucesso das Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ) em Lisboa, que classificou como "evento extraordinário".

"Conforme oportunamente transmitido ao Presidente da Câmara de Lisboa e ao Cardeal Patriarca D. Manuel Clemente, o Governo assegura todo o apoio que seja necessário para garantir o sucesso deste evento extraordinário para crentes e não crentes", sublinhou o chefe do executivo numa mensagem colocada na sua conta oficial na rede Twitter.

António Costa colocou outra mensagem no Twitter para felicitar o trabalho do Patriarcado de Lisboa em colaboração com a Câmara de Lisboa para trazer para a capital portuguesa as JMJ em 2022.

"Felicito o Patriarcado de Lisboa pelo excelente trabalho desenvolvido em estreita colaboração com o Município de Lisboa para que Portugal acolha em 2022 as Jornadas Mundiais da Juventude, expressando ao Pontífice a nossa gratidão pela Sua escolha", assinala ainda o primeiro-ministro.

O Vaticano anunciou hoje, na missa de encerramento das JMJ, na Cidade do Panamá, que Lisboa vai acolher, em 2022, aquele que é considerado o maior evento organizado pela Igreja Católica.