Sociedade

Trotinetes elétricas. Deputado do PSD acusa câmara de Lisboa de não colocar regras de utilização

“Isto ultrapassa todos os limites da insegurança"


O deputado da Assembleia Municipal do PSD, António Prôa, acusou hoje a Câmara Municipal de Lisboa de não colocar regras na utilização destes veículos elétricos pela cidade.

Recorde-se que o horário de utilização destas trotinetes em Lisboa foi hoje alargado para a noite e, portanto, a partir de agora estes veículos passam a estar disponíveis 24 horas por dia.

No entant, depois de decisão, várias foram as reações e críticas que começaram a surgir. António Prôa, o deputado municipal do PSD, acusa a Câmara Municipal de “não disciplinar os locais de circulação, não promover a utilização prudente e não impor regras para o estacionamento e circulação” das trotinetes.

“Isto está a ultrapassar todos os limites da insegurança, da irresponsabilidade e do simples bom senso. Se a utilização de trotinetes durante o dia colocam problemas que são de todos conhecidos, a sua utilização à noite é, absolutamente, precipitada e coloca graves riscos de segurança”, disse o deputado, citado pelo Notícias ao Minuto. 

Além disso, o social-democrata falou ainda sobre a falta de civismo que colocam em questão a utilizaçao destas trotinete. “Trotinetes deixadas onde calha, circulando em cima do passeio e no meio da estrada muitas vezes com dois ocupantes e mais vezes ainda sem idade legal para o fazerem, colocando em causa a segurança dos próprios, dos peões e até dos automóveis”.