Sociedade

GNR apreende armas e munições após denúncia de violência doméstica

A GNR da Póvoa de Lanhoso apreendeu armas e munições, durante uma busca por crimes de violência doméstica, naquele concelho do interior do distrito de Braga.

O Posto da GNR da Póvoa de Lanhoso, do Comando Territorial de Braga, apreendeu duas armas de fogo e 170 munições, numa investigação criminal relacionada com a prática do crime de violência doméstica, na localidade na vila da Póvoa de Lanhoso.

A investigação, que durou quatro meses, foi despoletada devido a uma denúncia de violência doméstica, em que a vítima, uma mulher de 60 anos, e os seus filhos eram ameaçados pelo seu marido, um homem de 65 anos, conforme revelou o comandante de Destacamento Territorial da GNR da Póvoa de Lanhoso, capitão Salgado Mendes.

Da investigação e das diligências realizadas pelos militares, apurou-se que o agressor era detentos de armas, tendo efetuada uma busca domiciliária, na qual culminou na apreensão de uma caçadeira, uma arma de fogo transformada, dois aerossóis de defesa (vulgo gás pimenta) e 170 munições de armas de fogo.

O suspeito foi constituído arguido e sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência, prosseguindo as investigações tuteladas pelo DIAP do Ministério Público da Póvoa de Lanhoso.