Internacional

Brasil. Número de mortos em Brumadinho sobe para 110

Continuam desaparecidas 238 pessoas

O número de vítimas mortais na sequência da rutura de uma barragem em Brumadinho, no Brasil, subiu para110, e estão ainda desaparecidas 238 pessoas, segundo informaram esta sexta-feira o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil de Minas Gerais.

Dos corpos resgatados, 71 já foram identificados.

As autoridades também já informaram que 394 pessoas - cujos familiares desconheciam o seu paradeiro - já foram localizadas e 108 estão agora desalojadas. "Nos próximos dias, com certeza que o número de corpos irá aumentar. Entretanto, a velocidade de avanço [das buscas] diminui, porque o trabalho é mais minucioso", afirmou à imprensa brasileira o porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, Pedro Aihara.

Recorde-se que devido ao avançado estado de decomposição dos corpos, a identificação dos mesmos está a ser feita através de impressões digitais, exames odontológicos e testes de ADN.

Faz esta sexta-feira uma semana que a rutura da barragem da empresa de mineração Vale, no município de Brumadinho, provocou uma avalanche de lama e de resíduos minerais que deixou soterradas várias instalações da empresa e habitações.