Economia

Fórum para a Competitividade. Contas do final de 2018 podem ser piores do que o esperado pelo governo

As previsões para o quarto trimestre apontam para um crescimento anual inferior ao que foi projetado pelo executivo de Costa

O Fórum para a Competitividade antecipa uma continuação da travagem do PIB no quarto trimestre. Contas feitas, os resultados apontam para que o crescimento económico do total de 2018 fique abaixo da meta que andou a ser badalada por parte do executivo de António Costa: 2,3%. 

"No 4.º trimestre de 2018, a economia portuguesa terá crescido entre 1,8% e 2,0% em termos homólogos, desacelerando dos 2,1% do trimestre anterior", considera Pedro Braz Teixeira, diretor do Gabinete de Estudos do Fórum para a Competitividade.

Na nota de conjuntura, divulgada esta sexta-feira, pode ainda ler-se que “os indicadores do quarto trimestre estiveram quase sempre em desaceleração, acompanhando fatores quer do lado da oferta (escassez crescente de trabalhadores qualificados), quer da procura".

No fundo, analisando a mensagem de base destes dados, pode dizer-se que se prevê, para o conjunto do ano, um crescimento a fixar-se entre 2,1% e 2,2%. Ou seja, estamos perante “um nítido abrandamento face aos 2,8% de 2017".