Economia

CGD. Lucros disparam 854% para 496 milhões em 2018

Os lucros da Caixa Geral de Depósitos (CGD) aumentaram 854% para 496 milhões de euros em 2018. No ano anterior, a instituição financeira liderada por Paulo Macedo tinha registado um resultado positivo de 52 milhões de euros.  

Segundo o banco público, a atividade consolidada foi “positivamente impactada em 2018 pela implementação do Plano Estratégico”.

Os resultados de serviços e comissões totalizaram 474,2 milhões de euros em 2018, um crescimento de 9,3 milhões de euros (+2,0%), face a dezembro de 2017. Por sua vez, os resultados em operações financeiras no ano de 2018 totalizaram 31,7 milhões de euros, “provenientes de ganhos em operações de cobertura do risco de taxa de juro e em operações cambiais, fortemente influenciados por fatores externos”, diz em comunicado.

O produto bancário gerado pela CGD em 2018 alcançou assim 1.785,8 milhões de euros, uma redução de 229 milhões de euros face a 2017. Mas o banco público diz que, esta queda foi “influenciada pela redução significativa dos resultados de operações financeiras, dada a elevada expressão dos mesmos registados no ano anterior”.

Já os custos de estrutura consolidados atingiram 1.000,9 milhões de euros em 2018, reduzindo-se em 102,4 milhões de euros (-9,3%), face a dezembro de 2017. “Excluindo os items não recorrentes relacionados com a implementação do Plano Estratégico, a redução homóloga dos custos de estrutura foi de 11,1%, transversal a todas as rubricas, confirmando a trajetória de racionalização operacional do grupo”, afirmou.