Desporto

Sporting. Debandada dos adeptos, lenços brancos e críticas para dentro de Bruno Fernandes

Após o 4-1 do Benfica, adeptos retiraram-se e não assistiram ao fim do jogo. Marcel Keizer viu lenços brancos. Bruno Fernandes foi duro para dentro. 

O Sporting foi ao tapete no derby. Duas semanas depois de ter vencido a Taça da Liga, os adeptos voltam a divorciar-se da equipa.

Após o 4-1 de Pizzi, assistiu-se a uma debandada dos adeptos. E viram-se pela primeira vez lenços brancos para Marcel Keizer, o treinador holandês que chegou a Alvalade pela mão do recém-empossado presidente Frederico Varandas, para substituir José Peseiro.

O estado de graça parece aliás ter chegado ao fim. Após o final do jogo, Bruno Fernandes fez um discurso duro para dentro:

"A nossa exibição não foi ao nível do que era exigido. É tempo de cada um fazer uma reflexão e ver aquilo que está a fazer mal para que possamos sair desta situação o mais rapidamente possível. Um clube como o Sporting não pode estar numa situação como esta", declarou. 

"O Sporting tem de começar a fazer as suas próprias contas e não as dos outros, acho que o grande problema tem sido esse: fazer as contas dos outros e temo-nos esquecido das nossas contas. Não fazemos pontos e não fazendo, não interessa se os outros perdem pontos ou não", defendeu.

"Não há nada a esconder, temos de trabalhar mais e ter mais atitude para ganhar os jogos", assumiu. Keizer também não fugiu à responsabilidade.

"Pobre é muito pouco para isto. Isto não é o nosso jogo. Penso que, ao ver os dados deste jogo, correram tanto como nos jogos da taça, mas o passe não esteve ao nível da qualidade que temos. Ajudámos o adversário nesse aspeto no jogo. A partir do 1-0, estávamos a correr, mas não estávamos a controlar o jogo. Foi um jogo realmente mau", reconheceu.

"Não estivemos bem depois da vinda dos balneários, sofremos o 3-1 ao fim de um minuto. Assim é difícil. Ganhámos a taça, mas custa-nos muito este tipo de coisas. Temos de preparar-nos e continuar", justificou o treinador holandês.

Para o derby de quarta-feira para a Taça de Portugal, Keizer reconhece que será "muito difícil" por só ter "dois dias de preparação" mas "temos de fazê-lo, em três dias estarmos a jogar de novo".

Para o treinador do Sporting, a vitória da Taça da Liga deixou muitas mazelas na equipa. Acuña e Mathieu não estiveram no derby e estão em dúvida para quarta-feira. André Pinto jogou com uma máscara.