Sociedade

Falsa médica suspeita de tentar raptar bebé já chegou ao TIC do Porto

A falsa médica suspeita de tentar raptar uma bebé, este sábado, no Porto, dentro do Hospital de São João, já chegou ao Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto.

Logo ao princípio da manhã desta segunda-feira, a arguida, de nome Laura, com 48 anos, desempregada, residente em Vila Nova de Gaia, entrou no edifício, situado na Rua de Camões, numa viatura do Comando Metropolitano da PSP do Porto.

A suspeita introduziu-se no Serviço de Obstetrícia do Hospital de São João, com uma bata clínica e um estetoscópio, aparentemente simulando ser médica, pegando numa bebé ao colo,  dizendo que iria levar a recém nascida da enfermaria, a fim de realizar exames complementares.

O pai da bebé, residente em Penafiel, logo estranhou o comportamento da falsa médica, que não deixou sair da sala, chamando a segurança e a Polícia de Segurança Pública.

A bebé tinha nascido esta quinta-feira e é a primeira filha de um jovem casal morador na freguesia de Marecos, no concelho de Penafiel e distrito do Porto.