Vida

“Estas imagens espelham o lamentável comportamento daquele que é o Presidente da República Portuguesa”

Maria Vieira critica fotografias de Marcelo Rebelo de Sousa no Bairro da Jamaica

Através de uma publicação feita esta terça-feira no Facebook, a atriz Maria Vieira deixou várias críticas ao Presidente da República, depois da sua visita ao Bairro da Jamaica nesta segunda-feira.

As críticas foram, no entanto, para as imagens que surgiram na internet de Marcelo Rebelo de Sousa no bairro.

“Estas imagens já devem ser as mais partilhadas nas redes sociais nos últimos tempos, de tal maneira espelham o lamentável comportamento daquele que é o Presidente da República Portuguesa e o Comandante Supremo das Forças Armadas, mas nunca é demais voltar a partilhá-las para que os portugueses jamais as esqueçam e por isso resolvi reutilizá-las para dizer o que sobre elas penso”, começou por escrever Maria Vieira.

Na mesma publicação, a atriz faz questão de voltar a frisar que Marcelo é o pior Presidente da República de sempre: “Lembro aqui que em Julho de 2017 já eu afirmava que «Marcelo Rebelo de Sousa ficaria para a história como o Pior Presidente que Portugal conheceu» (essa minha afirmação foi sobejamente divulgada na comunicação social de forma a tentarem denegrir a minha imagem e de me fazerem passar pela «maluquinha» da aldeia) essa minha declaração aconteceu portanto numa altura em que Marcelo era praticamente um Deus na Terra e em que quase ninguém o contestava em Portugal”, lê-se ainda.

“Hoje, aquele a que ontem, aqui na minha página, eu atribuí o cognome de «O Apurador» já é contestado, criticado e apupado não apenas por aqueles que se sentem traídos após nele terem votado, como por uma cada vez maior fatia da população portuguesa e agora também pelas próprias forças de segurança nacionais que se vêm desconsideradas e desprezadas por aquele que mais as devia proteger, apoiar e acarinhar!”, critica Maria Vieira.

Recorde-se que a atriz tem, ao longo do tempo, feito duras críticas ao mandato de Marcelo Rebelo de Sousa, tornando pública a sua opinião.

Leia o texto na íntegra: