Vida

Ex-modelo que foi capa da Vogue espanhola e a cara de várias marcas de luxo dorme na rua há três meses

Nos seus tempos áureos teve contratos milionários, mas hoje é praticamente uma sem-abrigo. Em entrevista, conta que hoje em dia apenas "sobrevive". 

Nastasia Urbano, de 57 anos, está a dormir nas ruas de Barcelona, em Espanha, há cerca de três meses, depois de o seu ex-marido a ter deixado sem nada.

A espanhola deu a cara por várias marcas de roupa de luxo, por marcas de perfumes, foi capa de várias revistas, incluindo a Vogue, jantou com Andy Warhol, foi a festas com Melanie Griffith e foi convidada para o casamento de Madonna com Sean Penn. Na altura, conta ao El País, vivia como “ uma rainha”.

No entanto, as circunstâncias da vida deram-lhe a volta e hoje em dia passa grande parte das suas horas na rua, por não ter dinheiro para pagar contas. “Caminhei durante todo o dia sem conseguir pensar com clareza. Um grito de desespero ecoava na minha cabeça. Um grito de socorro, de ajuda“, contou a antiga modelo espanhola à mesma publicação. 

Nastasia chegou a assinar contratos milionários - no valor de um milhão de dólares por 20 dias de trabalho -, mas uma paixão avassaladora - casamento que durou sete anos - acabou por lhe tirar tudo o que ganhou na vida. “Eu estava apaixonada. Se não confiares na pessoa que amas, em quem confias? Mas ele não. Ele não me amava”, contou Nastasia

A ex-modelo relembra que, por amor, financiou projetos falhados ao seu ex-marido, passou-lhe cheques para que ele comprasse BMW’s, fazia tudo o que ele queria “ de forma cega”. “A partir do ano 2000, comecei a trabalhar de forma temporária a cuidar de pessoas, crianças, mas não ganhava o suficiente”, recorda Nastasia.

No entanto, apesar de ter sido um período negro da sua vida, a espanhola conta que houve uma coisa boa no relacionamento que manteve: os seus filhos. “Quero que eles vivam a vida sem preocupações, que não sofram mais por mim. Mas têm um pai que não é nada e uma mãe que mora na rua“, diz, acrescentando que estes “fazem tudo o que podem” por ela.

Agora, a ex-modelo diz que quer “viver” e não “sobreviver”: “Estou cansada de sobreviver e pedir dinheiro”, conta a ex-modelo. 

“Se tivesse de pagar um apartamento, não teria o que comer, não poderia pagar eletricidade ou não poderia pagar a água. Teria de ir a uma fonte para a ter”, contou.