Desporto

Ivo Vieira: "Também sonho, mas depois bato com a cabeça na mesinha de cabeceira..."

Na antevisão da receção ao FC Porto, o treinador do Moreirense, a equipa sensação do campeonato, mantém discurso cauteloso quando questionado sobre uma candidatura à Europa

Moreira de Cónegos recebe esta sexta-feira o campeão nacional em título e líder do atual campeonato, na ronda 21. A equipa da casa tem vindo a surpreender tudo e todos e ocupa neste momento um sensacional quinto lugar, a apenas cinco pontos do Sporting, pelo que já vai começando a ganhar força o sonho de um apuramento para as competições europeias. Ivo Vieira, todavia, continua a chamar as hostes para o regresso à realidade.

"A cautela é um bom prenúncio. Estamos numa posição muito boa, respeito que os adeptos sonhem, eu também sonho mas quando bato com a cabeça na mesinha de cabeceira acordo repentinamente. O objetivo é fazer um campeonato tranquilo sem nos esconder da realidade, vamos lutar para defender este lugar mas sabendo que há muitas equipas a lutar pelo mesmo. Não vamos abdicar de tentar sustentar este lugar, mas quando os outros forem mais competentes temos de respeitar", salientou o treinador madeirense, garantindo que a sua equipa "não vai alterar" a forma de jogar frente aos dragões.

"Vamos disputar o jogo da mesma forma como interpretámos os outros, temos é de procurar que o resultado seja diferente. Perdemos 3-0 com um desempenho razoável [no campeonato] e perdemos 4-3 com um bom desempenho [na Taça de Portugal], mas ambos os jogos foram fora de portas. Jogamos em casa, temos de usar as nossas armas", realçou Ivo Vieira, deixando a promessa de "jogar para discutir o jogo sem nunca abdicar de lutar para conquistar os três pontos". "Não acho que vá haver grande diferença no interpretar do jogo do outro lado. Os nossos adversários poderão estar alerta, seria expectável que estivéssemos uns lugares mais abaixo, pode haver algum respeito, ou não, mas temos é de estar focados na nossa ideia de jogo e no que podemos fazer", reiterou.

Questionado sobre a ausência de Marega, e o peso que isso poderá ter na exibição portista, Ivo Vieira lembrou que também a sua equipa sofre com contrariedades, entre as quais a saída de Loum... para o FC Porto. "O Porto tem atletas suficientes para colmatar qualquer baixa, qualquer saída. Se há queixas no Porto imaginem aqui em Moreira", atirou, embora garantindo ver o Moreirense "mais forte mesmo sem o Loum e sem o Aberhoun". "Ainda na última jornada conseguimos ganhar o jogo de uma forma muito consistente", sentenciou o técnico de 43 anos.