Sociedade

GNR apreende 14 armas em detenção de suspeito de violência doméstica

Suspeito tem 54 anos

A Guarda Nacional Republicana apreendeu 14 armas num caso de violência doméstica em que foi detido um indivíduo de 54 anos, por agredir fisicamente a sua companheira, de 43 anos, ameaçando-a de morte com uma arma de fogo.

O Núcleo de Investigação de Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da GNR de Portimão (Comando Territorial de Faro) deteve o supeito por crimes de violência doméstica e posse de armas ilegais, em Albufeira.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica que decorria há menos de um mês, a GNR apurou que o suspeito teria outras armas, culminando as investigações criminais com o cumprimento de seis mandados de busca, dos quais dois domiciliários e quatro em veículos, tendo sido apreendidas quatro caçadeiras, cinco espingardas de ar comprimido, três pistolas de alarme, duas das quais ilegais por estarem alteradas, uma carabina e uma pistola ilegal, ambas por estarem alteradas e 500 cartuchos.

O detido será presente ao Tribunal Judicial de Albufeira, referiu o oficial de Comunicação e Relações Públicas do Comando Territorial da GNR de Faro, major Paulo Santos.