Vida

Esta aldeia está a oferecer 9 mil euros a quem aceitar ir para lá viver...

Por ano, não nascem mais do que dez pessoas nesta localidade

A região italiana de Locana, junto às fronteiras com França e Alemanha, está a oferecer nove mil euros aos estrangeiros que se queiram para aqui mudar de malas e bagagens.

Nesta zona, todos os anos morrem cerca de 40 pessoas e não nascem mais do que dez. Várias localidades italianas estão a deparar-se com este problema e, por isso, algumas autarquias italianas têm vindo a fazer ofertas quase irrecusáveis aos estrangeiros.

Alguns exemplos são as cidades sicilianas de Salemi e de Sambuca, onde os autarcas avançaram com ofertas de casas a um dólar, de forma a atrair estrangeiros e combater a desertificação. Agora, a proposta mais aliciante para os estrangeiros talvez tenha sido a da localidade nos Alpes italianos, Locana, depois de o presidente da junta de freguesia, Giovanni Bruno Mattiet, ter decidido pagar nove mil euros por ano durante três anos.

“A nossa população decaiu de 7 mil residentes, no início dos anos de 1990, para menos de 1500. As pessoas saem à procura de trabalho nas fábricas de Turim. Todos os anos, a nossa escola corre o risco de fechar por falta de alunos. Não posso permitir que isso aconteça”, disse Giovanni Bruno Mattiet em declarações à CNN.