Internacional

Eleições cada vez mais perto após catalães chumbarem orçamento de Sánchez

Os independentistas catalães votaram contra a proposta orçamental

A proposta de Orçamento de Estado para 2019 do governo do primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, foi chumbada na votação da generalidade no parlamento. Os independentistas da ERC e PDeCat votaram contra o orçamento, terminando com a maioria parlamentar de esquerda que apoiava o governo do PSOE.

Unidos Podemos e os nacionalistas bascos, as outras forças que apoiam o governo, votaram a favor. Já o PP e o Ciudadanos votaram contra a proposta orçamental, o que já era de esperar. 

Espera-se agora que Sánchez dissolva o parlamento e convoque eleições legislativas antecipadas, podendo ser realizadas apenas 54 dias depois da dissolução do órgão legislativo, como a Constituição espanhola estipula.