Politica

PS, PSD e CDS-PP rejeitam fim das propinas

"Não vamos aprovar nenhuma das iniciativas que visam encetar a eliminação total das propinas"

O PS rejeitou, esta sexta-feira, qualquer iniciativa para acabar com as propinas. A mesma posição foi tomada pelo PSD e pelo CDS-PP, no debate parlamentar sobre o ensino superior.

"Não vamos aprovar nenhuma das iniciativas que visam encetar a eliminação total das propinas", afirmou o deputado socialista Porfírio Silva, na sua intervenção no debate, que foi marcado pelo Bloco de Esquerda.

Sublinhe-se que estão hoje em discussão 14 iniciativas sobre o ensino superior, com especial enfoque no fim das propinas e em soluções de alojamento para os estudantes, assim como o aumento do valor das bolsas.

O Bloco de Esquerda defende fim o fim das propinas, propondo um programa a quatro anos, para alcançar um ensino superior público gratuito e de qualidade para todos.

O partido, liderado por Catarina Martins, levou também a plenário uma proposta para travar o valor das propinas de mestrado e doutoramento, sublinhando que algumas instituições cobrem dezenas de milhares de euros por estas formações.