Politica

António Costa chegou escondido à Convenção do PS

Primeiro-ministro conseguiu escapar aos protestos do grupo de Lesados do BES


António Costa, acompanhado por Carlos César, chegou já esta tarde escondido dentro de uma carrinha, com vidros negros, conseguindo assim escapar aos protestos do grupo de Lesados do BES, tendo valido o apoio fiel dos agentes do Corpo de Segurança Pessoal da PSP, que o está a proteger, em Vila Nova de Gaia, na sua qualidade de primeiro-ministro.

Elementos do Grupo de Lesados do BES estão a protestar durante este sábado nos acessos à Convenção Nacional do PS – Portugal é Europa, que decorre no Pavilhão Municipal de Vila Nova de Gaia, afirmando “ides levar um cartão vermelho nas próximas eleições, porque o vosso tempo acabou”, gritando estar “bastante desiludidos com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que “também nos enganou”.

Dois dos principais visados nos protestos, ainda antes de António Costa ter chegado ao Pavilhão Municipal de Vila Nova de Gaia, em Oliveira do Douro, foram já o ministro Vieira da Silva e o deputado Paulo Pisco, da Comissão dos Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas, dado a maioria dos contestatários serem antigos emigrantes, tendo-se indignado por quase todos os socialistas lhes terem virado costas, à exceção do presidente da Distrital do Porto do Partido Socialista, Manuel Pizarro.

O Grupo de Lesados do BES gritaram, entre buzinadelas, “termos sido enganados por este Governo”, acrescentando que “António Costa prometeu resolver o nosso problema”, num clima tenso, com frases como “se eu tivesse aqui uma caçadeira não sabia aquilo que faria”, segundo um dos manifestantes, que pegou num megafone, tendo um varapau sido retirado já do chão, por uma subcomissária do Comando Metropolitano da PSP do Porto.