Sociedade

Turista ficou algemada a uma árvore no Gerês durante mais de dez horas em jogo sexual que correu mal

Companheiro deixou-a presa e fugiu. PJ já está a investigar o caso


Uma turista alemã foi encontrada pela GNR algemada a uma árvore junto uma estrada florestal, na aldeia de Campo do Gerês, na sexta-feira à noite. 

A GNR foi alertada por um grupo de jovens que jogava futebol no parque desportivo do Campo do Gerês e que ouviu os gritos e os pedidos de socorro persistentes de uma mulher.

A mulher, de 29 anos, estaria ali presa há mais de dez horas, segundo contou às autoridades. Tudo começou por volta das 12h daquele dia, quando o seu companheiro a prendeu a uma árvore numa brincadeira sexual. Mas entretanto o homem, também alemão, desapareceu, abandonando-a no local, de acordo com o Correio da Manhã.

Quando foi libertada, a alemã estava exausta e aterrorizada, além de ferida, tinha os pulsos ensanguentados, devido às tentativas para se libertar.

A turista foi levada para o posto da GNR na vila do Gerês, onde foi assistida por uma equipa de socorristas da Cruz Vermelha de Rio Caldo.

Houve algumas dificuldades de comunicação, mas lá conseguiu explicar como tinha sido ali deixada. Após o depoimento, foi transportada para o Hospital de Braga.

A Polícia Judiciária do Porto tomou conta da investigação e está agora à procura do companheiro, cujo paradeiro ainda é desconhecido.