Sociedade

Dois mortos em atropelamento propositado em Paredes

Dois mortos resultaram dos atropelamentos propositados em Paredes, cometidos contra um grupo de sete pessoas, durante a tarde deste sábado, por um automóvel, em Rebordosa, Paredes, supostamente por vingança perpetrada pelo automobilista, confirmando-se estar embriagado.


Os atropelamentos causaram duas mortes, dois feridos graves e três ligeiros, foram cometidos na Rua das Cabaneiras, frente à sede do Moto Clube de Rebordosa, onde decorria a festa da Matança do Porco, organizada por esta coletividade daquela freguesia do concelho de Paredes, no distrito do Porto.

As duas vítimas mortais são Pedro Leal, de 36 anos, mais conhecido pela alcunha de “Espanhol”, que era dirigente do próprio Moto Clube de Rebordosa e José Nogueira, de 30 anos, casados e com filhos, tendo falecido o primeiro pouco depois e o segundo durante a madrugada deste domingo, na sequência de uma intervenção cirúrgica, no Hospital de São João.

De acordo com o jornal “O Paredense” houve duas vítimas mortais, duas pessoas estão em estado grave e para além das sete vítimas daquele atropelamento, outras duas pessoas foram transportadas para o Hospital de Penafiel, em estado de choque, tendo o SOL apurado que uma equipa de psicólogos do INEM está desde então a apoiar as famílias das vítimas.

No local estiveram desde vários operacionais e ambulâncias dos Bombeiros Voluntários de Rebordosa e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do INEM, além de se terem mobilizado muitos populares na zona para tentar ajudar no que fosse preciso.

O condutor ainda tentou fugir do local, mas acabou detido pela GNR e estava alcoolizado, segundo “O Paredense” apurou no local, tendo a GNR passado o caso para a Brigada de Homicídios da Diretoria do Norte da Polícia Judiciária, encontrando-se detido para ser já esta segunda-feira apresentado junto do juiz de instrução criminal no Palácio da Justiça de Marco de Canavezes, a fim de ser submetido a primeiro interrogatório judicial e aplicadas as respetivas medidas de coação.

O incidente aconteceu na sequência de um desentendimento, quando o condutor saiu da festa, pegou no carro e avançou contra um grupo de pessoas que estava em frente à sede do Moto Clube de Rebordosa, na Matança do Porco.

 

Os comentários estão desactivados.