Internacional

Trump e Kim não se entendem e cimeira acaba mais cedo

Processo de desnuclearização estará na origem da falta de acordo


O encontro entre Donald Trump e Kim Jong-Un terminou esta quinta-feira sem que líderes dos EUA e da Coreia do Norte tivessem chegado a um acordo.

Aliás a cimeira, que decorreu em Hánoi no Vietname, acabou mais cedo do que o previsto. Os presidentes dos dois países discutiram todos os pontos da agenda da cimeira, mas não chegaram a qualquer conclusão nas questões principais, como os processos de desnuclearização e o desenvolvimento económico.

A informação foi avançada pela assessora de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders que confirmou a falta de acordo, no entanto adiantou que "as duas potências vão continuar em contacto para um futuro acordo".

Cerca das 07h30 (hora de Lisboa), o presidente dos EUA deu uma conferência de imprensa aos jornalistas, onde justificou que "acordo não foi possível por diversos motivos", sublinhando que a desnuclearização é um processo importante para alguns países como a Coreia do Norte.

Trump avançou também que os Estados Unidos da América deram "mais garantias do que as que receberam".