Sociedade

Juiz Neto de Moura vai processar quem o criticou: de humoristas a políticos

Em causa estão alguns nomes como Ricardo Araújo Pereira e Joana Mortágua

Neto de Moura vai processar todos aqueles que o criticaram. O juiz defende que a sua honra pessoal e profissional foram ofendidas.

De acordo com a notícia avançada pelo jornal Expresso, deputados, humoristas, jornalistas e comentadores vão ser processados pelo desembargador do Tribunal da Relação do Porto. Em causa estão alguns nomes como Mariana Mortágua, Ricardo Araújo Pereira, Bruno Nogueira, Joana Amaral Dias e a TVI.

"Estamos a analisar posts nas redes sociais, artigos de opinião em jornais, nas rádios e nas televisões. O objetivo é processar todos os que extravasaram os limites da liberdade de expressão. Esqueceram-se que estão a falar de uma pessoa que tem um passado profissional irrepreensível. Aceitamos que discordem dos acórdãos, mas estas pessoas ultrapassaram o que é aceitável no Estado de Direito”, afirmou Ricardo Serrano Vieira, advogado de Neto de Moura, citado pelo Expresso.

Recorde-se que em causa estão dois acórdãos da responsabilidade de Neto de Moura. O juiz tem sido acusado de desvalorizar a violência doméstica.

O acórdão mais recente foi dado a conhecer na última semana. Neto de Moura voltou a estar no centro das atenções por decidirretirar a pulseira eletrónica a um homem acusado de violência doméstica por ter perfurado o tímpano da mulher com um soco.