Desporto

Estudo diz que Ronaldo é imune à pressão

As análises demonstraram que Cristiano Ronaldo não sente pressão e o seu desempenho é constante


A universidade belga KU Leuven e a empresa de tratamento de dados SciSports quiseram estudar de que modo a pressão afeta os futebolistas e, para isso, analisaram quase sete mil jogos, de sete competições diferentes.

As conclusões do estudo dizem que Cristiano Ronaldo é imune à pressão.

De acordo com a investigação, o craque português mantém um rendimento constante em todos os cenários do jogo.

No entanto, esta não é uma capacidade que toca a todos os jogadores.

O brasileiro Neymar não lida bem sobre pressão. O estudo concluiu que o futebolista tem tendência a ficar nervoso quando está sob stress e é nesta altura que toma as piores decisões. O mesmoa contece com Suárez, do FC Barcelona.

Já Sergio Aguero, que alinha pelo Manchester City, toma boas decisões quando está sob pressão.

Alguns dos fatores analisados para o estudo prendem-se com, por exemplo: se o jogo é em casa ou fora, se o resultado tem muito impacto no resto da época e o próprio desenrolar do jogo.

"Desenvolvemos um modelo que estima a pressão mental que um jogo sofre quando tem a bola. Por exemplo, aos 89 minutos, um jogador decide rematar em vez de passar a bola. O modelo irá analisar se a decisão foi boa ou não. Se o remate foi bem executado. As análises demonstraram que Cristiano Ronaldo não sente pressão e o seu desempenho é constante. O argentino Aguero (City) é parecido com ele, mas Neymar (PSG) e Suárez (Barcelona) mostraram dificuldades", disse Jan Van Haaren, da SciSports, em declarações à imprensa italiana.

 

Os comentários estão desactivados.