Politica

Marcelo fica duas horas a agradecer à multidão em Angola

"Eu vim quase sempre no estribo do automóvel, vim do lado de fora, a agradecer, porque ao longo do caminho havia milhares de pessoas"

O Presidente da República está, esta quinta-feira, no seu segundo dia oficial de visita a Angola. Uma multidão esperava-o à chegada ao Lubango.

Os onze quilómetros do aeroporto ao centro da cidade demoraram duas horas a percorrer, devido aos milhares de pessoas que queriam saudar Marcelo Rebelo de Sousa.

"Eu vim quase sempre no estribo do automóvel, vim do lado de fora, a agradecer, porque ao longo do caminho havia milhares de pessoas", relatou Marcelo Rebelo de Sousa, citado pela agência Lusa. "Vinha dependurado porque, como o carro é blindado, não dá para abrir a janela. Portanto, eu abri a porta e vim com um pé no estribo, e outro nem sei bem aonde, e uma mão a segurar", acrescentou.

O chefe de estado confessou que foi surpreendido com a sua receção no Lubango, que acabou, no entanto, por ‘estragar’ a agenda de Marcelo naquela cidade.

Depois de uma viagem a ritmo lento, o Presidente já fora do carro apressou o passo em direção à sede do Governo Provincial da Huíla.