Sociedade

"O Luís também não me era leal, teve vários relacionamentos”

A mulher do triatleta Luís Grilo, Rosa Grilo, continua presa na cadeia de Tires e, a poucos dias de sair a acusação pelo homicídio do marido continua a dar entrevistas.

DR  

Durante a entrevista à revista Nova Gente, Rosa Grilo falou sobre as traições do marido e deixou bem claro que não era a única a manter relações extraconjugais: "O Luís também não me era leal, teve vários relacionamentos (...) eu mantive a relação com o António porque é alguém que me apoiava e dava carinho que deixei de ter da parte do Luís. Só o menino [o filho] nos ajudou a ficar juntos, já que nem eu nem o Luís sequer colocámos a hipótese de nos separarmos. Não íamos destruir tudo o que passámos juntos", disse à mesma revista.

Além disso, a alegada assassina de Luís Grilo falou também sobre o seu amante, que também se encontra em prisão preventiva. "Neste momento não existe qualquer relação, uma vez que não falo com ele há cinco meses", disse, acrescentando: "Sou muito ativa, quando não tenho que fazer invento. Gosto muito de ler e escrever, frequento os recreios no exterior". 

Sobre as visitas e o seu dia-a-dia na cadeia, a mulher do triatleta garante que continua a receber a visita dos pais e conta mais pormenores."Também costumava vir visitar-me a irmã do Luís e a filha que agora não vêm, uma vez que assumiram publicamente a sua posição em relação a mim. O sobrinho do Luís continua a visitar-me para ouvir o que falo com o meu filho", conta.