Internacional

Guaidó pede mais sanções económicas para a Venezuela

A medida visa apoiantes e familiares de Nicolás Maduro. Juan Guaidó pede mais sanções económicas aos países europeus

Pressão diplomática O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, anunciou esta quinta-feira que o Departamento do Estado vai retirar os vistos a 77 cidadãos venezuelanos, entre eles altos funcionários do governo de Nicolás Maduro, bem como de familiares seus. Washington pretende assim aumentar a pressão diplomática sobre o executivo venezuelano.

Sanções económicas O autodenominado presidente interino da Venezuela pediu esta quinta-feira aos países europeus, na sequência da expulsão do embaixador alemão em Caracas, que reforcem as sanções económicas. Em entrevista à “Der Spiegel”, Juan Guaidó referiu que “a comunidade internacional deve evitar que o dinheiro venezuelano seja utilizado para matar opositores do regime e povos indígenas”. 

Direitos humanos Guaidó também pediu à ex-presidente do Chile, Michelle Bachelet, que atualmente é a alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, que “venha verificar in situ o que acontece”. O presidente da Assembleia Nacional reagia ao anúncio de Bachelet de que visitará o país em breve com uma equipa para aferir da situação de direitos humanos. Guaidó pediu-lhe que analise a situação “sem ideologias” em “prol do povo venezuelano”