Vida

Velejador amputado ligou Portugal à Guiana sozinho e em 60 dias

Lee Spencer estabeleceu novo recorde ao atravessar o Atlântico em dois meses


O ‘marinheiro’ britânico Lee Spencer, cuja perna direita foi amputada, atravessou o Atlântico sozinho num veleiro, numa travessia que durou dois meses.

O velejador, de 49 anos, partiu de Portimão a 9 de janeiro e chegou esta madrugada a Caiena, capital da Guiana Francesa, depois de ter cruzado o oceano.

A sua chegada ao outro lado do atlântico foi anunciada pelo próprio no Twitter, sublinhando que o tempo da travessia constitui um recorde, sendo que velejador norueguês Stein Hoff fez uma viagem semelhante em 2002, tendo demorado 96 dias, 12 horas e 45 minutos, mais 36 dias do que Lee Spencer.

 

 

O velejador é um ex-soldado da marinha britânica, que perdeu uma perna em 2014, depois de ser atingido por destroços de um motor, quando auxiliava uma vítima de um acidente rodoviário no seu país.