Sociedade

Presidente da República promulga diploma sobre contagem do tempo de serviço dos professores

Diploma promulgado pelo Chefe de Estado contabiliza dois anos, nove meses e 18 dias do tempo de serviço dos professores


Marcelo Rebelo de Sousa promulgou esta segunda-feira o diploma sobre a contagem de serviço dos professores e enumerou três razões que justificam a decisão.

“O Presidente da República promulgou o diploma do Governo que mitiga os efeitos do congelamento ocorrido entre 2011 e 2017 na carreira docente”, lê-se numa nota publicada no site da Presidência da República.

Segundo a nota "o Governo e os sindicatos deram execução ao disposto no artigo 17.º da Lei do Orçamento para 2019, realizando encontros negociais já neste ano, assim cumprindo o apontado no veto presidencial de 16 de dezembro de 2018". No entanto, “tendo falhado as negociações, se o Presidente da República não promulgasse o diploma, isso poderia conduzir a deixar os professores sem qualquer recuperação na carreira durante o ano de 2019”.

Desta forma, “a promulgação permite aos partidos com assento parlamentar, que já manifestaram ao Presidente da República as suas objeções ao diploma, por o considerarem insuficiente, que, se assim o entenderem, suscitem a sua apreciação na Assembleia da República, partindo já de uma base legal adquirida, podendo, se for essa a sua vontade maioritária, procurar fórmulas que não questionem os limites do Orçamento para 2019”.