Sociedade

Maior traficante português detido em Espanha

Mandado de detenção europeu de Franquelim Pereira Lobo foi emitido no âmbito da Operação Aquiles

O narcotraficante português Franquelim Pereira Lobo foi detido em Málaga, Espanha, no âmbito de um mandado de detenção europeu.

Fonte da direção da Polícia Judiciária confirmou, à agência Lusa, que o mandado de detenção tinha sido emitido no âmbito da Operação Aquiles, que investiga crimes de tráfico de droga, associação criminosa e corrupção passiva e ativa. Ao todo o caso conta com 27 arguidos, incluindo dois inspetores da PJ.

A acusação alega que, entre outubro de 2006 e janeiro de 2007, elementos da Unidade de Prevenção e Apoio Tecnológico da Polícia Judiciária (UPAT/PJ) passaram aos seus superiores informações que "evidenciavam fortes suspeitas de ligações ao mundo do crime" do ex-coordenador da PJ Carlos Dias Santos.

Suspeitas essas que apontavam para a existência de ligações do ex-coordenador da PJ com o arguido Jorge Manero de Lemos e a sua respetiva atividade de tráfico de droga.

Assim, o Ministério Público entende que os inspetores da PJ Carlos Dias Santos e Ricardo Macedo, além passarem informações privilegiadas e confidenciais a organizações criminosas, por vezes também recebiam detalhes das mesmas organizações sobre o tráfico desenvolvido por organizações "concorrentes".