Desporto

Raikkonen: "Sair e beber faz-me melhor piloto"

Confissão bem-humorada do finlandês de 39 anos, que esta época trocou a Ferrari pela Alfa Romeo Racing

A sinceridade é desconcertante, mas assim é também Kimi Raikkonen. Conhecido tanto pela sua qualidade nas pistas de como pelo lado de "enfant terrible", o finlandês de 39 anos, que esta época trocou a Ferrari pela Alfa Romeo Racing, resolveu realçar ainda mais essa faceta no podcast oficial da Fórmula 1.

"Foi sempre uma brincadeira, mas na realidade acho que é mais verdade do que propriamente brincadeira. Eu realmente sou melhor piloto se faço o que quero entre corridas - beber e divertir-me e tudo isso", assumiu o piloto, ainda que abordando uma realidade que acontecia maioritariamente na sua juventude - estreou-se no Mundial com 18 anos.

"Há muitas teorias comprovadas que se conduz melhor depois de ter alguma diversão. O verão de 2013 foi mais ou menos só corrida e festa. Para mim é normal. De fora pode parecer um pouco estranho, mas para mim sempre foi normal. Sempre achei que me deixava mais calmo e mais concentrado nas corridas. E no fim o resultado era bom", salientou Raikkonen, hoje casado e com dois filhos.