Internacional

Mulher mata filha de 11 anos para impedi-la de ter relações sexuais

Agressora desferiu 15 facadas sobre a vítima

Twitter
Twitter

Uma mulher, de 28 anos, esfaqueou a filha, de 11 anos, e levou-a ao hospital, já sem vida, pedindo por ajuda, em Orlando, nos Estados Unidos, no último domingo.

De acordo com a CBS, o crime ocorreu dentro do carro da suspeita. Rosa Alcides Rivera desferiu 15 facadas sobre a filha. A mulher alega ter cometido o crime para impedir a criança de ter relações sexuais com o namorado da avó.

Segundo o depoimento, citado pela mesma estação televisiva, a agressora começou por dizer que havia sido um homem a matar a filha, mas mais tarde viria a confessar o crime.

A vítima negou sempre as acusações de que era alvo por parte da mãe. No entanto, Rosa Rivera afirmou que acreditava que a filha estava a ter relações sexuais porque “sorria de forma diferente”.

A agressora disse ainda no depoimento que tentou deixar a criança mais “confortável” enquanto a esfaqueava.

A mulher está detida e é acusada de homicídio qualificado.